Author

Redação

Browsing

Da Coluna Esplanada

Com a legenda em baixa, muitos candidatos do PT omitem a maior identidade do partido de suas campanhas: a cor vermelha e a estrela. Olha no que deu: em Maringá (PR), o candidato Silvio Barros (PP) — irmão do ministro da Saúde — foi à Justiça para cobrar que o adversário Humberto Henrique (PT)… mostre o partido na propaganda.

Em Maringá, 261.717 vão eleger novo prefeito

Maringá tem 261.717 eleitores aptos a votar no dia 2 de outubro para escolher o prefeito e os 15 vereadores para os próximos quatro anos. O número é 5,2% superior ao registrado nas eleições de 2014, quando a cidade tinha 248.689 eleitores aptos a comparecer às urnas. O número oficial de eleitores foi divulgado esta semana pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As informações são de Murilo Gatti n’O Diário de Maringá.

Nos últimos dois anos, segundo informações do TSE sobre o perfil dos eleitores de Maringá, as pessoas com direito a voto estão mais velhas e com um grau de instrução maior. No que diz respeito à idade, em 2014 havia 18,8% do eleitorado com mais de 60 anos. Para o pleito de 2016, os eleitores com mais de 60 anos somam 19,9%. Há dois anos, a terceira idade detinha 46.992 votos e para 2016 possui 52.064.

Dentro da faixa etária entre 35 e 59 anos, o porcentual de eleitores permanece o mesmo, são 45% do total, mas em 2014, havia o registro de 114.058 eleitores dentro desta faixa e, em 2016, são 119.391 pessoas neste grupo etário que estão aptas a votar. Ao mesmo dentro da faixa de 16 a 20 anos, havia 15.529 eleitores aptos a votar em 2014, que representavam 6,2% dos votos. Para 2016, o total de eleitores dentro desta faixa etária é de 14.790, o que garante uma fatia de 5,6% dos votos.

Pupin_O prefeito de Maringá Roberto Pupin anunciou agora há pouco a antecipação de 40 % do 13º salário dos servidores municipais. A ação vai injetar R$ 12 milhões na economia da cidade. ” Sensação de mais uma missão cumprida, principalmente pelo atual momento econômico que passa todo o país, mas aqui em Maringá os salários estão em dia devido ao trabalho sério do nosso secretário de Fazenda, José Luiz Bovo e sua equipe. Agradeço principalmente aos servidores que nos ajudam a administrar uma cidade de qualidade e que a cada dia avança ainda mais”, afirmou o prefeito nas redes sociais.

Foto: divulgação

azul foz

Operações entram em vigor em agosto e envolvem novas frequências diárias que partem de Curitiba com destino a Maringá e Foz do Iguaçu

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras expandirá sua atuação no Paraná. A partir de Curitiba, a companhia inaugurará o terceiro voo diário com destino a Foz do Iguaçu e o quarto para Maringá – as estreias estão marcadas para 2 e 29 de agosto, respectivamente. As novas operações passam por aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Em ambos os casos, serão as primeiras frequências noturnas que a companhia operará nas rotas, assim como ligações que partem logo no início da manhã. Os voos para Foz do Iguaçu serão operados com os jatos Embraer 195, de 118 assentos e mais de 40 canais de TV ao vivo, enquanto as ligações para Maringá serão cumpridas com os ATR 72-600, de 70 poltronas.

Diretora relata depredação e furto em escola

Murilo Gatti, O Diário de Maringá

Ao mesmo tempo em que o presidente e o vice-presidente da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPEs), Matheus dos Santos e Marcelo Miranda, eram recebidos em Curitiba pelo governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), pelo chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, e pela secretária de Educação, Ana Seres, que se comprometeram a atender as pautas do movimento estudantil, em Maringá, a diretora do Colégio Gerardo Braga, Zumira Peres Garcia, e a vice-diretora, Marli Gimenes, procuraram a 9ª Subdivisão Policial de Maringá para registrar o arrombamento de salas da escola, a depredação de chuveiros e o furto de uma balança digital e de um telescópio.

“Eles disseram que poderíamos ficar tranquilas e que iam deixar tudo em ordem. Mas não devolveram nem as chaves da escola até agora”, contou a diretora, que ficou indignada com a depredação deixada pelos estudantes que ocuparam o colégio. Ontem, ela mostrou o vestiário que teve a porta arrombada e os chuveiros que foram desmontados, as peças ficaram espalhadas no chão. Próximo do local, elas também acharam um cigarro que suspeitam ter sido feito com maconha. “O nosso portão eletrônico parou de funcionar e várias cadeiras foram quebradas”, disse a vice-diretora.

Mas os maiores prejuízos para a instituição foram registrados no laboratório de ciências. “Esse é um espaço para aulas práticas, que os estudantes gostam bastante. É triste chegar na escola e ver essa situação”, lamentou a professor de biologia Aparecida Paula Peres Garcia.

Estudantes desocupam três escolas de Maringá

Os estudantes que ocuparam três colégios estaduais em Maringá, no norte do Paraná, deixaram as escolas na manhã desta segunda-feira, 30. A desocupação acontece depois da confirmação de que o governador Beto Richa vai receber uma comitiva de estudantes às 14 horas desta segunda-feira no Palácio Iguaçu e aprovação em assembleia na noite de domingo, 29, com alunos dos colégios e representantes da Upes. Foram 11 dias ocupação. As informações são do Bem Paraná.

cida borghetti

A vice-governadora Cida Borghetti reforçou nesta sexta-feira (06), na abertura da 44ª Expoingá, em Maringá, o compromisso do Governo do Paraná com o setor produtivo e com o agronegócio. Ela disse que há mais de 40 anos a força do agronegócio no Paraná é apresentada ao mundo por intermédio desta feira. “O governo Beto Richa assegura o suporte e as condições para que o setor continue crescendo e movimentando a economia do Estado”, afirmou.

De acordo com a vice-governadora, o setor do agronegócio é essencial para ajudar o Estado do Paraná a superar a crise. ‘Tivemos uma safra recorde de 38 milhões de toneladas de grãos no ano passado. Isso equivale a quase 20% de toda a produção brasileira. Essa capacidade extraordinária de produzir e exportar alimentos é um dos fatores mais importantes para segurar nossos empregos e a nossa renda, mesmo em meio à crise brasileira. Isso reforça a importância do setor para nossa economia”.

Justiça Eleitoral 2

Com o fechamento do cadastro eleitoral nesta quarta, 4, exatos 150 dias antes das eleições, segue abaixo a projeção de eleitorado do Paraná para as eleições deste ano. Os números ainda não são os oficiais, que serão divulgados em julho próximo, após batimento nacional a ser realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral. O Paraná permanece como o sexto maior colégio eleitoral do país, atrás de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia e Rio Grande do Sul.

PROJEÇÃO ELEITORADO PARANÁ 2016
10 MAIORES MUNICÍPIOS DO ESTADO

CURITIBA……………………………………1.285.000 eleitores
LONDRINA……………………………………..353.000 eleitores
MARINGÁ………………………………………262.000 eleitores
PONTA GROSSA……………………………….220.000 eleitores
CASCAVEL………………………………………205.000 eleitores
SÃO JOSÉ DOS PINHAIS……………………..165.000 eleitores
FOZ DO IGUAÇU……………………………….. 162.000 eleitores
COLOMBO………………………………………127.000 eleitores
GUARAPUAVA…………………………………..120.000 eleitores
PARANAGUÁ…………………………………….90.000 eleitores

TOTAL PARANÁ………………………………..7.800.000 eleitores

Na Câmara de Maringá Dilma seria cassada

Um levantamento feito pelo jornal Hoje de Notícias de Maringá aponta que se dependesse da Câmara de Vereadores de Maringá a presidente Dilma Roussef seria cassada.

O levantamento considerou as orientações nacionais dos partidos no Congresso. Pelo critério da orientação votariam a favor do impeachment Jones Dark (PP), Belino Bravin(PP), Luizinho Gari(PP), Luciano Brito (SDD), Chico Caiana (PTB), Luiz Pereira da Silva (PTB) e Márcia Socreppa (PTB). Estariam no muro Dr. Saboia (PMN), Tenente Edson Luis (PMN) e Flávio Vicente (Rede), já que seus partidos liberaram as bancadas. E só ficariam ao lado da presidente os vereadores Ulisses Maia (PDT), Mario Verri (PT), Humberto Henrique (PT) e Dr Manoel (PC do B).

A maioria dos 30 parlamentares paranaenses na Câmara dos Deputados votaram a favor do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff (PT). Foram 26 votos favoráveis e apenas quatro contrários, o que colocou o Paraná como o estado que, proporcionalmente, mais deu votos pelo impeachment até agora.

ALEX CANZIANI (PTB) – Sim
ALFREDO KAEFER (PSL) – Sim

ALIEL MACHADO (REDE) – Não
ASSIS DO COUTO (PDT) – Não

CHRISTIANE DE SOUZA YARED (PR) – Sim
DIEGO GARCIA (PHS) – Sim
DILCEU SPERAFICO (PP) – Sim

ENIO VERRI (PT) – Não
EVANDRO ROMAN (PSD) – Sim
FERNANDO FRANCISCHINI (SD) – Sim
GIACOBO (PR) – Sim
HERMES PARCIANELLO (PMDB) – Sim
JOÃO ARRUDA (PMDB) – Sim
LEANDRE (PV) – Sim
LEOPOLDO MEYER (PSB) -Sim
LUCIANO DUCCI (PSB) – Sim
LUIZ CARLOS HAULY (PSDB) – Sim
LUIZ NISHIMORI (PR) – Sim
MARCELO BELINATI (PP) – Sim
NELSON MEURER (PP) – Sim
NELSON PADOVANI* (PSDB) – Sim
OSMAR SERRAGLIO (PMDB) – Sim
PAULO MARTINS* (PSDB) – Sim
RICARDO BARROS (PP) – Sim
RUBENS BUENO (PPS) – Sim
SANDRO ALEX (PSD) – Sim
SERGIO SOUZA (PMDB) – Sim
TAKAYAMA (PSC) – Sim
TONINHO WANDSCHEER (PROS) – Sim

ZECA DIRCEU (PT) – Não