Author

Redação

Browsing

Atendendo reiterados pedidos de iniciativa parlamentar do Deputado Luiz Fernando Guerra (União Brasil), através de requerimentos aprovados pelo plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná, o Governador Carlos Massa Ratinho Júnior criou nesta quarta-feira, dia 03 de agosto, pelo Decreto 11.895/2022, a 12ª COMPANHIA DE POLÍCIA MILITAR DO MUNICÍPIO DE PALMAS (12ª CIA DE PALMAS), com área de atuação nos Municípios de Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Mangueirinha, Mariópolis e Palmas.

Através de Emenda Orçamentária proposta pelo Deputado Guerra foram destinados R$ 5 milhões para a viabilização desta conquista junto ao Orçamento Geral do Estado. A conquista é fruto de parcerias com os representantes políticos locais e regionais, entidades civis organizadas, além da atuação da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/Palmas. “Nossos esforços foram recompensados e a segurança pública sudoestina reforçada e valorizada”, destacou o deputado.

A 12ª Cia da Polícia Militar de Palmas passa a ter autonomia administrativa e financeira, descentralizando o planejamento policial, concentrando-o na área da jurisdição da Companhia. O Deputado Luiz Fernando Guerra descreve nos requerimentos que foram aprovados e agora atendidos pelo Governo do Paraná que a nova estrutura de segurança pública contribuirá para a diminuição dos índices de criminalidade, bem como, propiciará que o atual “déficit” de atendimento ao cidadão e de providências quanto ao encaminhamento ao judiciário, não só de flagrantes, assim como, dos Termos Circunstanciados de Infração Penal em menor tempo, para a devida punição aos infratores da Lei, além de melhor servir as Seções Judiciárias, tornando mais eficiente a quantificação do número de policiais militares.

A Companhia Independente de Polícia Militar de Palmas passa a ser estratégica e a unidade contará com mais disponibilidade de recursos financeiros, o que possibilita contar com mais viaturas, maior efetivo policial, armamento e estrutura mais condizente com a realidade e exigências do cenário da segurança pública local e regional; além do que a expectativa das lideranças e instituições é tornar a prestação do serviço mais próximo do cidadão, além do que a Cia Independente passa a ser comandada por um Oficial Major, sendo um quadro a mais na corporação.

Esse é o nosso compromisso com o cidadão palmense, sudoestino e com o Paraná, concluiu o Deputado Luiz Fernando Guerra em manifestação nas suas páginas oficiais.

O programa Minha Viola, Minha História com Miguel Carvalho entrevistou a Deputada Estadual Cristina Silvestri para uma conversa sobre o Paraná. Conversamos sobre seu trabalho na Procuradoria da Mulher, o município de Guarapuava, esporte, saúde e educação. Mas o melhor de tudo foi o pacto que firmamos em favor da Cultura que tanto precisa de apoio. Confira a entrevista:

A deputada estadual Cristina Silvestri (PSDB) votou contra o recebimento de lixo de outros estados no Paraná. O projeto de lei que muda regras para aterros sanitários no estado foi aprovado pela maioria dos parlamentares na última terça-feira (26). Entre outras coisas, a proposta permite que o Paraná receba resíduos tóxicos de outras regiões do país para o processamento.

“É um retrocesso ambiental e uma verdadeira falta de respeito com o Paraná e com os paranaenses. Vou trabalhar para reverter esse grande problema que querem causar ao nosso estado. Não somos depósito de lixo e não podemos ser usados para favorecer algumas poucas pessoas”, defende a deputada.

Parte do projeto de lei, de autoria do deputado Tião Medeiros (PP), chegou a ser vetado pelo governador. O veto foi derrubado pela maioria dos deputados. Dos 51 parlamentares presentes na sessão, 13 votaram pela manutenção do veto, 29 pela derrubada e 12 não votaram. A retirada do veto teve, inclusive, o apoio da liderança do governo. “Mais uma vez, este governo ‘dá o tapa e esconde a mão’: veta este trecho absurdo do projeto para não ficar feio e pede que os aliados derrubem o veto. Uma artimanha covarde”, diz Cristina Silvestri.

Com a derrubada dos vetos pelos parlamentares, vale a íntegra do projeto de lei. Na prática, o estado tem permissão para aterrar lixo vindo de outros estados, inclusive resíduos tóxicos e perigosos.

Em março de 2023 o Rotary Club de Curitiba celebra 90 anos de fundação e a data marca a presença rotária no Estado do Paraná

O Rotary começou com a visão de um homem: Paul Harris. O advogado formou o Rotary Club de Chicago no dia 23 de fevereiro de 1905 para que profissionais de diferentes setores pudessem trocar ideias e fazer amizades duradouras.

O Dia do Rotariano Paranaense faz parte do Calendário Oficial de Eventos do Estado e é comemorado anualmente, no Paraná, no dia 27 de abril. A festa acontece na data em que o Rotary Club de Curitiba, fundado há 90 anos na capital em 20 de março de 1933, no Grande Hotel Moderno, tendo sido o primeiro clube do Estado do Paraná, foi oficialmente admitido junto ao Rotary Internacional através da carta constitutiva em 27 de abril de 1933.

De acordo com a Lei nº 17.009, de 14 de dezembro de 2011, de iniciativa parlamentar do deputado estadual Rasca Rodrigues, rotariano sócio do Rotary Clube de Curitiba Parque Barigui, foi incluído o Dia do Rotariano no calendário oficial de eventos do Estado. A data comemorativa foi sancionada pelo governador Beto Richa e publicada no Diário Oficial nº. 8609, de 14 de Dezembro de 2011.

Segundo o rotariano Gilmar Cardoso, o Rotary é uma associação de clubes de serviços que une voluntários na prestação de serviços humanitárias, promovendo a paz e os valores éticos. a ideia desta homenagem oficial foi reconhecer o trabalho de cerca de sete mil rotarianos paranaenses e a contribuição do Rotary Club para promoção da paz, da ética e da boa vontade. “Além disso, o Rotary Club presta serviços voluntários em favor da sociedade, auxiliando pessoas necessitadas, entidades, divulgando causas e campanhas que contribuem para as cidades e suas populações. Merece efetivamente essa distinção e reconhecimento”, destacou o advogado e poeta.

Gilmar Cardoso explicou que à época da criação desta data, o Companheiro Rasca Rodrigues tinha a plena convicção de que ter a celebração especial para comemorar o dia dos rotarianos incentivaria cada vez mais adesões em uma corrente de amizade e solidariedade.

Atualmente, o Rotary está presente em 218 países e regiões geográficas, atuando por meio de mais de 36 mil Rotary Clubs, que reúnem cerca de 1,2 milhão de voluntários. Cada clube escolhe seus próprios dirigentes e tem uma considerável autonomia, respeitando os estatutos e o regimento interno estabelecidos pelo Rotary International. Regionalmente, estes clubes estão agrupados em distritos.

Tradicionalmente um dos países onde o Rotary é mais forte, o Brasil conta com 2.413 Rotary Clubs e 51.265 rotarianos (estes dados são de fevereiro de 2021). Três brasileiros já presidiram o Rotary International, cuja sede está em Evanston, no estado de Illinois, nos EUA.

Um dos mais conhecidos projetos do Rotary International é a campanha mundial de combate à poliomielite, desenvolvida desde meados dos anos 1980 em parceria com a Organização Mundial da Saúde e outras entidades. Esta campanha reduziu em 99% os casos mundiais de pólio. No Brasil, a doença foi erradicada em 1989.

O Rotary International tem sede em Chicago e possui um presidente mundial, um secretário-geral e um quadro de diretores e administradores. Como são muitos clubes em todo o mundo, para fins administrativos o Rotary International agrupa esses clubes em 532 subdivisões chamadas “Distritos”, identificados por números (como no caso do Distrito 4730), com cada distrito abrangendo um conjunto de clubes (o Distrito 4730 tem 81 clubes). Cada Distrito é liderado por um gestor, chamado “governador distrital”, que junto com os governadores assistentes e a equipe distrital por ele designados, que assessoram os Rotary Clubs de sua região (Distrito).

O Distrito 4730 do Rotary, localizado no Paraná, abrange a capital Curitiba e região metropolitana, o litoral, os Campos Gerais e, ainda, a região sudeste do estado tem como governador Sérgio Luiz Bellotto Jr., para o ano rotário de 2022-2023. Nessa extensão distrital, são mais de 80 Rotary Clubs e 1,7 mil rotarianos, além dos jovens dos programas voltados à juventude como Interact, Rotaract e Intercâmbio.

A Missão do Rotary International é servir ao próximo, difundir a integridade e promover a boa vontade, paz e compreensão mundial por meio da consolidação de boas relações entre líderes profissionais, empresariais e comunitários.

Tenho feito um trabalho com ética, eficiência e responsabilidade. Prezo pela transparência e economia dos recursos públicos. Respeito o cidadão e procuro atuar levando obras, programas e ações que atendam as demandas da nossa gente em cada Município do Paraná. Na Assembleia Legislativa do Paraná busco fazer um mandato participativo e fiel aos que nos confiaram a representatividade.

Atuo em favor daqueles que efetivamente precisam do apoio do Governo do Estado. Menos conversa e Mais Trabalho. Menos Gastos e mais Resultados. Essa é a nossa bandeira e o meu compromisso público número um. Acesse: https://www.instagram.com/deputadoguerra/

Reinhold Stephanes Junior é Deputado Federal eleito pelo Estado do Paraná, é economista, administrador e empresário, e um grande apoiador do governo Bolsonaro, defendendo as pautas do empreendedorismo e do desenvolvimento econômico do País. Formado em Economia e Administração, com pós Graduação na área na Instituição de ensino riedrich-Naumann-Stiftung für die Freiheit, na Alemanha, voltada à Economia e Gestão Pública.

Foi Secretário de Administração, nos anos de 1995 a 1998 a convite do ex Governador Jaime Lerner, dando início a vida pública. Assumiu o cargo de Vereador de Curitiba entre os anos de 2001 e 2007, e logo após o cargo de Deputado Estadual pelo Paraná de 2007 a 2018, e desde 2019 atua na Câmara dos Deputados como Deputado Federal pelo PSD/PR.

É um Deputado Federal conservador, com viés liberal, sempre pautando suas decisões pela ética, pelo respeito às instituições e a seriedade no desenvolvimento do seu trabalho. Tem esses princípios como base para a atuação política e que precisam ser cada vez mais valorizadas no Brasil. O Deputado Federal Stephanes Junior vem realizando um forte e atuante trabalho em Brasília para trazer muitos recursos para o nosso Estado do Paraná, melhorando ainda mais a vida dos paranaenses.

Muitos investimentos estão sendo realizados na área da saúde mas também do desenvolvimento e infraestrutura. Durante a pandemia, muitos recursos foram liberados para serem investidos na saúde, e também no desenvolvimento e infraestrutura, do nosso Estado. Ainda, Stephanes Junior foi a favor da liberação de recursos para a população através do auxílio emergencial, e também do auxílio Brasil, projetos esses que contaram com o voto favorável do Deputado Federal Stephanes Junior.

Além disso o Deputado Federal Stephanes Junior participou de importantes votações como a da nova lei do Marco do Saneamento do Brasil, gerando mais empregos e melhorando a qualidade de vida das pessoas que vão poder contar com saneamento básico em suas residências. É o trabalho em Brasília que não pode parar, trazendo uma vida melhor para as nossas cidades!

 

O ministro Marcos Pontes, da Ciência, Tecnologia e Inovações; e o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Clezio de Nardin, confirmaram nesta quinta-feira (29 de julho) a viabilidade técnica do projeto que será desenvolvido em conjunto com o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) para a fiscalização em tempo real de obras públicas com a utilização de imagens de satélites.

Em reunião por videoconferência, o ministro destacou que a iniciativa “representará uma mudança de paradigma para todo o país, num projeto piloto que poderá ser estendido a todos os estados, confirmada a viabilidade técnica do uso de nossos satélites para esta nova finalidade”.

A assinatura de um acordo de cooperação e o início da capacitação de servidores do TCE-PR serão os próximos passos para a implementação do projeto, que começou a ser elaborado no início da atual gestão do conselheiro Fabio Camargo na presidência do órgão de controle externo paranaense.

“Estamos muito satisfeitos em confirmar a viabilidade técnica do projeto, que suprirá as necessidades surgidas com a evolução da pandemia, que vem impedindo a fiscalização in loco por questões de segurança. Com o apoio do ministro Pontes e do INPE, em breve poderemos fiscalizar obras a distância e em tempo real”, destacou o presidente do Tribunal.

Satélites

O INPE apresentou na reunião um teste que foi realizado com três obras no Paraná: hospital em Francisco Beltrão, pavimentação da Estrada do Socavão, no município de Castro, e a reforma e ampliação do Aeroporto de Maringá. Foram utilizados dois satélites (CBRES-4 e CBRES-4A), que registraram em detalhes a evolução das obras, com imagens nítidas e aproximadas.

O diretor do INPE disse acreditar que será possível a automatização do sistema, com a emissão de relatórios fotográficos mensais, acompanhados de relatórios com detalhes das obras fiscalizadas.

Autor: Diretoria de Comunicação SocialFonte: TCE/PR
Fonte: TCE-PR

O programa terá 23 cursos divididos em três temas direcionados para mulheres do partido 

Nesta segunda-feira, dia 6 de dezembro, o PSD Mulher iniciou o programa on-line de formação política para mulheres filiadas a partido que prosseguirá até 31 de maio de 2022. A ex-ministra Luciana Lóssio realizou a aula inaugural falando sobre Nação, Estado e Democracia.

A coordenadora do PSD Nacional, Alda Marco Antonio, juntamente com a coordenadora do PSD Mulher no estado do Paraná, Sandra Duda, foram as anfitriãs e mediadoras desse lançamento, que contou ainda com a participação da secretária nacional, Ivani Bôscolo; da vereadora e coordenadora do PSD Mulher no estado do Maranhão, Karla Sarney; a vereadora maranhense, Eliane Leite e do especialista em Direito Eleitoral, Humberto Chaves.

O PSD Mulher PR contou com a participação das pessedistas paranaenses: prefeita Elizabeth Silveira Schmidt (Ponta Grossa), da vice-prefeita: Maria de Fátima Claro Nunes (Campo Mourão), das vereadoras: Aninha Santos (Medianeira), Jussandra Cattâneo (Enéias Marques), Nívea Carraro Gurski (Medianeira), Professora Eunice  (Paraíso do Norte), Branca Radichefski
(representante do PSD de Colombo),  Viviane Bley (que trabalha com povos indígenas); a fundadora da ONG Todas As Marias, Goretti Bussolo e a equipe de apoio do diretório, Telma Colmim, Patrícia Santos e Celina Soares.

O Programa de Formação Política Eleitoral do PSD Mulher, foi desenvolvido em parceria com o Instituto Político Eleitoral (IPE) que irá fornecer mais de 23 cursos que serão divididos em três temas: Mulher na Política – que vai fornecer orientações sobre o processo de disputa de cargos eletivos, desde a convenção partidária até a prestação de contas -, Hábitos Saudáveis e Olhar Feminino, com informações sobre empreendedorismo, violência doméstica, assédio moral, entre outros assuntos.

As inscrições podem ser realizadas on-line no site do PSD Nacional, clique aqui.